Resumo de Iracema

8
7332

Resumo de Iracema

Iracema é um romance da literatura romântica, publicada em 1865 pelo escritor José de Alencar. Trata-se de uma trilogia indianista, assim como os livros O Guarani e Ubirajara. Basicamente o livro conta o romance entre uma índia, Iracema, com um branco, Martim Soares Moreno, e toda a história gira em torno dessa relação e das consequências entre brancos e índios.

Na história, Iracema é parte integrante da tribo dos tabajaras, seu pai é Araquém e também o pajé da tribo. Iracema estava com a virgindade guardada para as divindades indígenas e também por ter em poder o segredo de uma bebida mágica muito utilizada nos rituais religiosos praticados pela tribo. Sendo assim, a relação com Martim não era bem vista pelos seus companheiros de tribo.

Martim era amigo dos pitiguaras, principais adversários dos tabajaras, e era mais conhecido como Coatiabo, um dos heróis dos pitiguaras.

Poti era o melhor amigo de Martim e o considerava como um irmão, o chefe dos guerreiros de pitiguaras; Jacaúna era o irmão de Poti e o avô de Poti era Batuirité, e que o chamava Martim de Martim Gavião Branco. Antes de morrer, Batuirité fez a profecia da destruição da sua tribo pelos brancos.

Um dos apaixonados por Iracema era Irapuã, principal chefe dos guerreiros tabajaras.

Iracema tinha os seus parentes na sua tribo como o seu irmão Caubi, Araquém, que era o seu pai e também pajé da tribo, assim como o seu filho Moacir, que nasceu do fruto da relação com Iracema e Martim, um dos primeiros miscigenados do país, segundo o livro.

A relação dos personagens no livro entre si era polêmica e serviu como uma maneira de contar a formação da nação brasileira, dando destaque para elementos como a natureza e também a diversos aspectos do Brasil nessa época.

Iracema foi retratada e simbolizada com a natureza e Martim como a civilização. O encontro dessas duas realidades é o que guia a história em grande parte.

O tempo histórico da obra está entre 1603 até em torno de 1611, de um lado valorizando as características do local, onde está retratada a natureza com o emprego de ferramentas literárias, assim como o retrato da civilização.

Iracema é um anagrama de América, alguns críticos o consideram forma proposital e uma metáfora sobre a colonização americana sobre os europeus.

COMPARTILHE

comentários

8 COMENTÁRIOS

  1. Claudia e Pedro,Do inedcio do ano ate9 o dia do casamento, voceas foram muito prteeness. E isso foi f3timo!! Ficamos muito e0 vontade na mira de suas lentes O ensaio pre9 casf3rio ficou maravilhoso!!E o grande dia?! Ah, as fotos falam realmente por si Ne3o cansamos de ver veddeos e fotos!!Cada clique evidencia o que de verdade foi o dia mais feliz de nossas vidas. Nosso casamento foi descontraeddo, animado e intimista. Do jeitinho que sonhamos!!Obrigado pelo profissionalismo e amizade!!Thais e Gustavo

DEIXE UMA RESPOSTA