A Queda de Constantinopla

CONSTANTINOPLA

A QUEDA DE CONSTANTINOPLA

 

Hoje, a cidade de Istambul na Turquia é a quinta maior cidade do mumdo mas há vários séculos atrás Istambul chamava-se Constantinopla ou Império Bizantino (seu primeiro nome) e era uma das mais importantes do mundo antigo, exercendo um grande poder sob ângulo comercial e cultural e sendo considerada a capital européia do mundo medieval ao mesmo tempo em que foi a capital do Império Romano. O fim de Constantinopla marcou, também, o fim de uma era: A Idade Média.

Há 29 de maio do ano de 1453 Constatinopla foi tomada pelo império Turco Otomano, tomada essa que recebeu o nome que perdura pelos séculos como: A Queda de Constantinopla. O maior império de então viu, com incredulidade, suas muralhas serem bombardeadas dia após dia pelo período de uma semana arrastando-se por uma guerra ferrenha e intensa que durou mais de dois meses. A muralha de Constantinopla era tida como imbatível, e de fato o era mas não havia sido construída para resistir um embate utilizando canhões como ocorreu.

No desenrolar dos dias e da batalha, Constantinopla mostrou-se vencedora. O Papa entretanto enviou uma frente de navios para também atacar o império Bizantino que mantinha uma visão que diferia e irritava o clero católico. O embate que ocorria integralmente na parte frontal da muralha menos protegida que outras partes, com a entrada de nova força de guerra transferiu-se para outras alas. Esta foi a deixa para os Otomanos intensificarem os trabalhos de invadir as muralhas inimigas e um dos grandes canhões conseguiram a tão ansiada brecha significante no forte e a partir deste rombo concentraram o ataque para irromper por Constantinopla. O Imperador Constantino pôs-se pessoalmente e de forma honrável junto ao cerco de seu exército que formou um escudo humano para impedir a entrada dos otomanos; enquanto isso os bizantinos tentavam consertar a muralha. Nesta empreitada é que procedeu o maior erro do exército de Constantinopla: permitir que a Muralha da ala noroeste, até então intacto, desprotegido.

Deste momento em diante vários acontecimentos desordenados levaram a derrocada; o exército Otomano irrompeu pelo setor noroeste, controlando tanto o interior quanto o exterior da muralha, o comandante do exército bizantino feriu-se e foi levado para o navio inimigo deixando seus comandados sem ordens e lutando desconexamente, o impedor Constantino entrou em combate corpo a corpo e desapareceu sem jamais ter sido visto novamente; dando, desta forma, a Queda de Constantinopla e passando para as mãos dos Otomanos o comando e poderio da potência econômica e cultural da época: Constantinopla.


Gostou? Curta nossa página no Facebook e receba conteúdo exclusivo sobre A Queda de Constantinopla.

Related Posts

2 Comentários


  1. Alex Nascimento, 7 mêss atrás

    Muito bom. Me ajudou muito.

    Responder


  2. Vera Lima, 2 semanas atrás

    Muito bom.

    Responder


Poste seu comentário

Siga-nos

Receba por email

logo rss

Digite seu email abaixo e receba nossas últimas atualizações por email.

Coloque o seu email abaixo: